Bruxedo

Vou ao otorrino por causa de uns apitos e perda auditiva e saio de lá com receita para um medicamento também usado para tratar: vertigens, impotência, depressão, distúrbios de ansiedade e problemas circulatórios dos membros inferiores.

806c79e65040440fff1843be392945fa014a250bc09d168b2525289cbbb84d16

Vanilla

Ao fim de alguns anos começas a perceber que a principal diferença entre as pessoas de sucesso e as outras é que elas se sabem vender. Tudo nelas é excelência e performance e palavras em estrangeiro. Na hora do aperto, quando é preciso desenrascar o trabalho bem e em menos de nada, és tu a pessoa em quem se pode confiar. Ao fim de alguns anos  ganhas finalmente confiança naquilo que és e naquilo que fazes. Sabes que és boa, que trabalhas bem e depressa, que tens ideias, sabes pensar, que aprendes rápido, falhas cada vez menos, falhas cada vez melhor. Não és burocrata de performances de narizinho assoado, limpas o ranho à manga porque, PORRA! estás a trabalhar and you need to get shit done. Ouves o Cristiano #QUESEFODA e guardas no desktop um gif da Lauren Hernandez antes de subir para a barra “YOU CAN DO IT” diz ela, e tu não tens dinheiro para trabalhar de borla “pela exposição” ou “para o currículo”. Mas não és vanilla, nunca foste e nunca serás vanilla. Ouves o milésimo comentário condescendente sobre o mercado, e seres mulher e o caralho e mandas o gif para o caixote do lixo, abres o youtube e metes o vídeo da música do Benny Hill em loop porque ninguém consegue chorar a ouvir a música do Benny Hill.