diário #20210319

Oiço podcasts de escritores, sobre escritores, para escritores. É engraçado como a meritocracia é sempre o argumento de quem desconhece a sorte que teve. Surpreendo-me sempre, a burra, com os graus de parentesco dos meritocráticos. Eu que sou uma marrona e por isso me sobrepreparo para fazer tudo, lembro-me amiúde do que a professora de ballet dizia: para fazer uma tripla pirueta em palco é preciso fazer uma quádrupla no estúdio. Ai que esta juventude já não lê, dizem todos, já não escreve e já não lê. Não sei o que diga. Nem sequer sei o que quero dizer com a maior parte das coisas que escrevo, como boa cobarde que sou, deixo isso à responsabilidade de quem lê. Hoje é sexta-feira e sobrou imensa fruta pela primeira vez em 2 meses. Viva a escola.

Um pensamento sobre “diário #20210319

  1. Aí.. a sim a meritocracia tem sempre primos e sobrinhos… as pessoas não terem noção do seu privilégio é daquelas coisas que me irrita solenemente.

Os comentários estão fechados.