Aquela despreocupação e hiperconfiança ingénua a que tresandam os privilegiados

https://www.nytimes.com/2019/05/20/science/social-class-confidence.html?smid=fb-nytimes&smtyp=cur

Começa a notar-se cedo, aquela postura blasé dos betos, como se o mundo fosse deles, porque efectivamente um dia será.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Aquela despreocupação e hiperconfiança ingénua a que tresandam os privilegiados

  1. Aos 53 anos, e tendo crescido num subúrbio, posso assegurar que já é, há muuuuito tempo.

    (aquilo de que se esquecem é que a imaginação que não têm, é aos subúrbios que vão buscá-la, exactamente como os olheiros da Alta Costura, do Futebol, etc., jamais da condição humana…).

    Gostar

  2. Não esquecer que este fenómeno é muito “genderizado” – é um certo tipo de classe alta privilegiada que se mais dá a essa sobreconfiança, o que faz bingo no cartão dos privilégios.

    Gostar

Os comentários estão fechados.