O novo ciclo da vida

foto.jpeg

https://www.theguardian.com/artanddesign/gallery/2014/sep/12/grayson-perry-comic-art-world-jackson-pollock-damien-hirst-in-pictures

Anúncios

Ainda sobre o link do post anterior

É tão bom ser, só. Existir sem esforço, contemplativamente, sem ter de lutar por tudo e ser o melhor em tudo e ter de saber tudo e conhecer tudo e ser melhor que nós próprios. Ontem calhou estar 10 minutos num miradouro sem nada para fazer. A vida é tão bonita, fazer esforço para viver é que é uma merda. Sou o Gustavo Santos da preguiça.