Boo!

Anúncios

Sim, eu sei que estou cheia de nervos.

Aqui vai uma linkada valente para eu poder fechar estas tabs todas que tenho abertas e me estão a stressar.

Se as gajas escrevessem à homem: sim, é para rir. Muito.

Eu já fiz esta experiência e confirmo que não se desviam.

Os professores, animadores, assistentes sociais e tias solidárias e caridosas que “querem dar um futuro aos meninos”, mas só se for como cabeleireira ou electricista. Desde miúda que assisto a isto, ninguém fomenta nos miúdos a vontade de ser médico, astronauta, arquitecto, aviador. Eu vi colegas com pais ricos a passarem de ano com o dobro das negativas de miúdos que moravam nas barracas e que chumbavam. Nojo.

Depois do artigo sobre como os smartphones estão a dar cabo dos cornos aos miúdos aqui está outro de resposta que também está bom sim senhora.

Não me venham com essa conversa que trabalhar fortalece o carácter e não sei quê, que o trabalho é um objectivo em si, a merda é que é, só na medida em que te dá dinheiro, se não precisasses de dinheiro eras tu que ias trabalhar a esvaziar caixotes do lixo, não eras?

Eu às vezes também me sinto assim mas no meu caso é mais tiny white old men

Quando demoras 40 anos a chegar onde outros demoram 15 porque tens uma cenaita e “não foste descoberto”, enfim

Pão e circo, açúcar e facebook, whatever, mas “ai não se não fossemos nós morriam todos à fome”, tá bem abelha.

Eu gosto muito do Martin Amis mas não devia, eu sei, mas uma vez o meu professor de estética explicou-me que não havia mal nenhum em gostar de saladas de agrião muito azedas por isso estou de bem comigo mesma. Quase, vá.

(não me lembro onde é que fui buscar estes links, tinha as tabs abertas e já não sei de onde vieram, as minhas desculpas. Se ficaram ofendidos por isso, podem ir para o caralho, mas vão sozinhos, que eu não tenho gasolina.)

Nossa senhora do algoritmo

Eu acho que me estou sempre a repetir, mas não me canso de falar sobre isto, deus morreu, e depois veio o algoritmo, e o algoritmo é deus, glória a vós senhor, a igreja do santo algoritmo, qual skynet qual quê, o algoritmo é que é, os meninos fazem os algoritmos e eles são óptimos porque poupam imenso tempo e trabalho, o algoritmo faz tudo sozinho, só lhe falta falar, o algoritmo faz ganhar muito dinheiro, é uma maravilha o algoritmo, temos de ensinar o algoritmo às criancinhas, porque no futuro tudo vai ser feito em função do algoritmo, tudo vai ser comandado pelo algoritmo. Mas esta meninada que anda para aí a fazer algoritmos não percebe o alcance, não percebe as consequências, mas como dá dinheiro e poupa tempo ‘safoda, caga mais algoritmos, e depois começam a acontecer coisas estranhas e ninguém percebe porquê, ai foi o algoritmo, a desculpa do costume, pois é, quem programou o caralho do algoritmo lava as mãozinhas em água benta e siga para bingo, eu só dei o tiro, quem mata é deus.

https://www.buzzfeed.com/charliewarzel/mark-zuckerberg-cant-stop-you-from-reading-this-because-the