Sem interesse

“Não Posso nem Quero”, Lydia Davis

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sem interesse

  1. É exactamente isso. Aborrece-me a imaginação dos outros, talvez seja falha minha que tenho andado demasiado absorvida pela realidade. Há já bastante tempo qu,e para um livro me dizer algo, tem de ter (ou levar-me a pensar) que existe algo verídico.

    Gostar

  2. Eu podia quase dizer (sem reticências) que esses dois parágrafos resumem a minha relação atual de amor-ódio com os livros. Deve ser defeito de fabrico, acho eu, ou – na melhor das hipóteses – tem haver com a liberdade editorial. Felizmente (embora eu não concorde a 100%), vivemos num país de poetas-com-dinheiro e romancistas-com-muito-dinheiro, porque as grandes industrias publicam-por-dinheiro-e-mais-dinheiro, as editoras tradicionais poupam-se e ainda resguardam o melhor do termo “literatura”. Enfim. E eu vou ler esse livro, porque com toda a certeza foi escrito para pessoas como eu —- um bocado-à-nora com tanto livro novo e classificado como “best-seller”.

    :D

    Gostar

Os comentários estão fechados.