As coisas que a memória enterra e recupera

Lembrei-me esta semana que, há muitos muitos anos, quando eu era nova e ainda morava em casa dos meus pais, vi uma reportagem sobre a separação de gémeos siameses. Era uma cirurgia muito complexa, e, se bem me lembro, os gémeos estavam unidos pela barriga. As considerações sobre género biológico, identidade de género, sexo e sexualidade tecidas pelo médico responsável pela cirurgia deixaram-nos, a mim e à minha mãe, muito chocadas. Foi há muito muito tempo, mas não me esqueci.

Anúncios

One thought on “As coisas que a memória enterra e recupera

Os comentários estão fechados.