Palhaços

Tem 20 anos, 3 de licenciatura e começou agora a estagiar. Toda a gente a trata por “doutora”. Eu cá tenho 35 de idade, 5 de licenciatura e 12 de trabalho e nunca passei de “essa malta muita maluca que faz os bonecos”. No entanto, não sou eu que preciso de maquilhagem, guarda-roupa ou andas para o meu número de circo.

Anúncios

5 thoughts on “Palhaços

  1. Isso do tratamento por “doutor” é para facilitar. É a minha teoria. Tens um certo trabalho, vestes-te de uma certa forma, chamas-te Bernarda Miquelina, trata-se por doutora, para facilitar. É o meu nome profissional, “doutora”. Não gosto, preferia ser a menina Izzie, mas pronto, se é para facilitar, tudo bem ;)

    Gostar

  2. Não me importo que toda a gente seja tratada por doutora e não quero que me tratem por doutora. Só gostava que não me tratassem como um macaquinho amestrado que está na jaula a fazer habilidades para os doutores. Vêm aqui, apontam para nós e dizem coisas “ai que giros, os criativos, são uns malucos”. Só falta atirarem amendoins. Gostava de mais respeito. Só um pedacitozito.

    Gostar

    1. Agora vou dar-te a resposta tipo #1 dos blogs: isso é inveja. Eu cá tenho bués de inveja dos criativos. Mas não lhes atiro amendoins: quando muito, sentava-me ao pé de um, a olhar, a olhar, e depois, se ultrapassasse a timidez, perguntava se queria ser meu amigo.

      Gostar

Os comentários estão fechados.